BB e Sendas: pague as contas nos supermercados

O Banco do Brasil fechou uma parceria com o Grupo Sendas. O objetivo é receber o pagamento de contas nos 1.600 caixas das 83 lojas do grupo. "Com isso, esperamos uma redução no movimento nas agências, o que deve provocar uma diminuição das filas. Também as pessoas que estão localizadas em regiões distantes de uma agência bancária serão favorecidas", afirma Sérgio Rau, gerente executivo do Banco do Brasil. Depois de implantado, o sistema vai permitir que os caixas dos supermercados recebam qualquer tipo de pagamento, assim como uma agência bancária. No caso dos boletos com prazo de pagamento vencido, que não sejam do Banco do Brasil, o cliente terá que ir a uma agência do banco emissor da conta. "Vamos adotar os mesmos procedimentos de uma agência". No caso das lojas 24 horas, o gerente explica que será estabelecido um horário limite para que a operação seja computada no mesmo dia. A previsão é de que esse prazo fique entre 20h e 21h.O projeto está em fase experimental em quatro lojas do Grupo, onde um caixa, em cada uma delas, testa o sistema de recebimento de contas e a interligação com as agências do banco. Rau afirma que os primeiros resultados são positivos. "Em uma das lojas, localizada em São João do Meriti, no Rio de Janeiro, foi verificado um movimento de 500 operações em apenas um dia", afirma. O projeto será implantado nas outras lojas a partir do início de abril e a expectativa é que, no segundo semestre, já esteja em funcionamento em toda a rede. A estratégia do Banco do Brasil ficará restrita ao Rio de Janeiro, por enquanto, já que as lojas do grupo Sendas estão localizadas nessa região. A exceção é a loja de Belo Horizonte, que também fará parte do projeto. Para expandir o projeto, Rau antecipa que a instituição está negociando com grandes redes de para outras regiões do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.