BB: franquias terão atendimento diferenciado

O Banco do Brasil (BB) pretende colocar em funcionamento ainda este ano 600 franquias. As franquias não serão agências do banco, mas postos onde serão vendidos seguros, títulos de capitalização, planos de previdência privada cartões de crédito e passagens aéreas para correntistas e não-correntistas. Os correntistas também poderão realizar, em caixas automáticos, saques, consultas de saldos, transferências e pagamento de contas.Há um ano, este sistema já funciona em postos criados pelo próprio banco em São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Itu (São Paulo) e Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul) para servir de referência aos interessados em abrir uma franquia. O processo de licitação começa em abril. Segundo o coordenador do projeto, César Bergo, até o mês de julho, 100 franquias já devem estar abertas em todo o País, 50 só em São Paulo.Vantagens para correntistas e não-correntistasBergo acredita que a principal vantagem para o cliente do BB com a criação de franquias é o atendimento personalizado para quem não pode ir até uma agência do banco durante seu horário de funcionamento. "Nas franquias é possível agendar um horário para o atendimento. Por telefone mesmo, a pessoa diz quais são seus interesses específicos e o profissional mais adequado às suas necessidades irá atendê-la", diz. Em São Paulo, o posto que já funciona nos moldes da franquia fica na Rua Augusta, 2215. O telefone de lá é 3081-3274. Quem estiver interessado em abrir uma franquia do BB pode mandar um email para dibanfranquia@bb.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.