BB investirá US$ 25 mi nos EUA nos próximos três anos

Meta do banco é ter cerca de 20 agências nos EUA, principalmente para atender brasileiros que moram no país e também imigrantes de outros países da América Latina

Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado, Agencia Estado

25 de abril de 2011 | 15h20

O Banco do Brasil vai investir US$ 25 milhões para ampliar sua atuação nos Estados Unidos nos próximos três anos, afirmou o vice-presidente de Negócios Internacionais, Atacado e Private Banking do BB, Allan Simões Toledo, em entrevista à imprensa na tarde de hoje. A meta do banco é ter cerca de 20 agências nos EUA, principalmente para atender brasileiros que moram no país e também imigrantes de outros países da América Latina. O objetivo é alcançar 400 mil clientes no mercado norte-americano em cinco anos.

O BB anunciou na manhã de hoje a compra de 100% do capital social do norte-americano EuroBank, pelo valor de US$ 6 milhões. O banco tem 1,3 mil clientes, com 1,8 mil contas correntes abertas. Com sede na Flórida, possui uma rede de três agências, atendendo clientes americanos, portugueses, hispânicos e um pequeno público de brasileiros. O EuroBank tinha ativos de US$ 102,1 milhões, uma carteira de crédito de US$ 74,8 milhões, depósitos de US$ 91,4 milhões e patrimônio líquido de US$ 5,5 milhões.

Segundo Toledo, a estratégia foi comprar um banco menor, que já opera dentro da comunidade de brasileiros nos EUA, com funcionários que falam espanhol. Dentro do projeto de internacionalização do BB, o executivo disse que não descarta a aquisição de outros bancos lá. Além disso, o EuroBank já tem todas as licenças para operar, não sendo necessárias novas autorizações.

O BB tem hoje cerca de 15 mil clientes nos EUA. Na estratégia de expansão no mercado norte-americano o banco priorizou alguns locais, como Flórida, Nova York e Boston, tradicionalmente regiões com grande concentração de brasileiros. A estimativa é que até 1,5 milhão de imigrantes do Brasil morem nos EUA.

Até o fim deste semestre, o banco vai inaugurar o que chama de "agência conceito" em Nova York para atender brasileiros. A unidade vai ficar no centro de Manhattan e terá produtos de câmbio, extratos e outros serviços bancários.

Nas unidades do EuroBank, o BB quer lançar um cartão de crédito, reforçar as linhas de crédito, inclusive imobiliário, e poupança.

Tudo o que sabemos sobre:
bancoBBEuroBankEUAcompra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.