BB: lucro sobe 142,9% para R$ 2,3 bilhões neste trimestre

O Banco do Brasil registrou lucro líquido de R$ 2,3 bilhões no primeiro trimestre de 2006, o que representa um crescimento de 142,9% em relação ao mesmo período do ano passado (R$ 965 milhões). O resultado corresponde a retorno sobre patrimônio líquido médio anualizado de 63% e lucro por ação de R$ 2,93.Os números do período sofreram impacto positivo do reconhecimento de R$ 1,5 bilhão em crédito tributário. A medida foi autorizada por resolução do Conselho Monetário Nacional (CMN), que alterou de cinco para dez anos o prazo para realização de créditos tributários.O resultado bruto da intermediação financeira da instituição foi de R$ 4,909 bilhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de 24,4% sobre igual intervalo de 2005. Na mesma base de comparação, a provisão para créditos de liquidação duvidosa cresceu 64,2%, para R$ 2,071 bilhões, e as receitas de prestação de serviços totalizaram R$ 2,103 bilhões, com alta de 19%.Em 31 de março de 2006, o patrimônio líquido do BB era de R$ 19,2 bilhões, 28,6% maior frente a março de 2005, enquanto os ativos totais cresceram 7,7%, para R$ 264,6 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.