BB não reconhece indenização de R$ 400 milhões

O Banco do Brasil se prepara para apresentar em juízo novos cálculos para a ação trabalhista que envolve 385 funcionários do banco no Amazonas. Ontem, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) aprovou indenização de cerca de R$ 400 milhões que o banco terá de pagar nesse processo. Segundo a assessoria de imprensa do BB, "o banco não reconhece o valor" citado na decisão do TST.Por discordar desse valor, o BB contratou dois peritos que já refizeram os cálculos sobre o montante da indenização, já que a decisão sobre o valor não seria definitiva. O resultado desse trabalho será apresentado em juízo em momento oportuno, afirmou o BB.O BB informou, ainda, que um eventual recurso terá de ser pedido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), responsável pela ação julgada ontem no TST. Isso só pode ocorrer após o MPT receber o acórdão relativo ao processo. Procurada, a assessoria de imprensa do MPT não retornou o pedido da reportagem sobre quais seriam os próximos passos nesse processo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.