Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

BB oferece crédito para compra de material de construção

O Banco do Brasil (BB) começou a oferecer uma linha de crédito com juros de 1,98% ao mês para a compra de materiais de construção. Serão disponibilizados R$ 200 milhões em recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). "A nossa expectativa é de que todo esse recurso seja alocado até o final do ano", afirmou o vice-presidente de Varejo e Distribuição do BB, Edson Monteiro. Esta é a primeira vez que o BB entra com uma linha de crédito específica para materiais de construção, serviço mais comumente associado à Caixa Econômica Federal.Pelos cálculos da Associação dos Comerciantes de Materiais de Construção (Anamaco), juntos, os recursos da Caixa, Bradesco, Nossa Caixa e Banco do Brasil devem representar uma injeção de R$ 1,2 bilhão no setor este ano. "Há uns anos atrás havia apenas os recursos do FGTS via Caixa", diz o presidente-executivo da Associação, Cláudio Conz. Com a taxa de 1,98%, a nova linha do BB é ligeiramente mais competitiva do que a do Bradesco (1,99% ao mês), que deve liberar R$ 150 milhões até o fim do ano. Ela é, contudo, superior à da Caixa (1,65% ao mês). Do início do ano até o dia 11 de agosto, a Caixa havia desembolsado R$ 310 milhões nessa linha, que conta com recursos próprios do banco e é oferecida aos clientes que adquirem o cartão de débito Construcard. A nova linha do BB tem como novidade o fato de ser disponibilizada automaticamente para os clientes com crédito pré-aprovado, diretamente no cartão Visa do banco. "O cliente vai até a loja de material de construção, no ato da compra, e escolhe a opção financiamento", explica Monteiro.

Agencia Estado,

22 de setembro de 2003 | 19h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.