BB quer destinar R$ 13 bilhões ao setor agrícola

O Banco do Brasil está prevendo liberar R$ 13 bilhões para o setor agrícola este ano, o que representa um acréscimo substancial em relação ao R$ 10,6 bilhões liberados pela instituição em 2002. O presidente do Banco do Brasil, Cássio Casseb, acredita que este volume será suficiente para atender a demanda do setor. A prioridade, segundo ele, é direcionar recursos para agricultura familiar e cooperativas.Casseb, que participa hoje da cerimônia de posse da nova diretoria da Previ, fundo de pensão dos funcionários do BB, não quis mencionar metas para outros segmentos como exportação, por exemplo. Segundo ele, "não vai faltar recursos para os setores prioritários". No caso do Proex, programa destinado a apoiar as exportações, Casseb disse que o Banco do Brasil está aguardando que o governo conclua o orçamento do programa para este ano.Além da indefinição de alguns programas oficiais, o presidente do BB lembrou que há a questão internacional que pode dificultar a captação de recursos. Segundo ele, está ocorrendo uma reativação gradual das linhas de crédito internacionais. Esta situação porém poderá se reverter caso ocorra a guerra entre Estados Unidos e Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.