BB vai incorporar Banco Popular do Brasil

Incorporação vai gerar redução de gastos e aumentar sinergia entre as instituições, diz vice-presidente

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

15 de maio de 2008 | 13h40

O Banco do Brasil (BB) vai incorporar o Banco Popular do Brasil. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 15, pela diretoria do banco, em Brasília. Segundo o vice-presidente de varejo do BB, Milton Luciano dos Santos, a decisão faz parte de uma ação maior da instituição que quer atender melhor o segmento de menor renda, com rendimento mensal de até um salário mínimo (R$ 415,00). Segundo ele, a incorporação vai permitir reduzir gastos e aumentar a sinergia entre o BB e o Banco Popular. Santos disse que o Banco Popular vai ser "internalizado" pelo BB e que a partir desta sexta, um plano de negócio será criado em até 90 dias. O BB informou que não sabe se a marca Banco Popular será extinta. Uma pesquisa será realizada junto aos clientes para observar a aceitação do nome e, com base nesses resultados, uma decisão será tomada. O vice-presidente de varejo do BB nega que a decisão de incorporar o banco seja resultado de um erro estratégico cometido em 2003, quando se decidiu criar o Banco Popular. "Uma nova marca tem dificuldade de se firmar, ainda mais ao lado de outra que tem 200 anos, que é a do Banco do Brasil. Não era de se esperar que o Banco Popular se sedimentasse em quatro anos", diz Milton Luciano dos Santos. "Desde a criação do banco, mudou o mundo, mudou a economia", reforçou. Desde de sua criação em 2003, o Banco Popular - instituição voltada ao segmento de menor renda, principalmente trabalhadores informais - amargou prejuízos seguidos. Um dos principais problemas foi a inadimplência nas operações de crédito, que atingiu a casa dos 30% no período. Atualmente, a inadimplência está em torno de 17%, muito superior à inadimplência média do BB no crédito pessoal que gira em torno de 2,3%.  Para os clientes do Banco Popular, o atendimento continuará sendo feito da mesma forma a partir desta sexta.

Tudo o que sabemos sobre:
Banco do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.