BBVA oferece melhor retorno

No ranking de corretoras AE/Ibmec, o primeiro lugar foi conquistado pelo BBVA, que ofereceu uma rentabilidade de 17,77% com sua carteira de recomendações para o segundo trimestre. Foram acompanhadas as recomendações de 24 corretoras durante o período em questão. As instituições que ficaram entre o segundo e o décimo lugar no ranking foram: Planner Corretora, com retorno de 17,54%; Deutsche Bank (15,78%); Finasa Corretora (15,39%); Dresdner Kleinwort Benson (15,18%); Banco Safra (15,16%); ABN Amro (14,18%); J.P. Morgan (12,54%); Morgan Stanley (12,12%) e BES Securities (11,17%).O chefe do departamento de pesquisa do BBVA, Carlos Firetti, afirmou que a Bolsa oferece boas perspectivas para o próximo semestre. Segundo ele, o País está passando por um dos melhores momentos das últimas décadas, em termos de fundamentos econômicos. Nas perspectivas de Firetti, o Ibovespa pode chegar aos 22.000 pontos até dezembro. Essa projeção foi feita no começo do ano, representando uma alta de cerca de 25% em relação ao patamar atual do índice. Entre os destaques das recomendações de Firetti está o setor de telefonia.Destaques para Petrobras e TelemarAs principais apostas são Telemar, Tele Nordeste Celular e Telesp Celular. Além desses papéis, o chefe de análise do BBVA também chama atenção para Petrobras, Aracruz, Copel e Cemig. Firetti acredita que Telemar será o papel de maior destaque da Bolsa, no longo prazo. Ele ressaltou, entretanto, que no curto e médio prazo esse posto vai ficar com a Petrobras. O especialista acredita que Telemar se destacará, o que deve acontecer somente em meados do próximo ano. A Telemar oferece perspectivas de resultado crescente e deve ser beneficiada pelas transformações do mercado, como liberalização do setor de telecomunicações em 2002 e a provável atuação no mercado de PCS (Banda C).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.