BC adia para 2014 mudança de códigos em manual de câmbio

O Banco Central (BC) divulgou, na noite desta quarta-feira, 11, uma circular em que adia a data de entrada em vigor dos novos códigos de classificação das operações de câmbio dentro do Regulamento do Mercado de Câmbio e Capitais Internacionais (RMCCI). As mudanças, de acordo com o BC, entrarão em vigor no dia 3 de fevereiro do ano que vem, e não mais no próximo dia 1º de outubro, como era previsto.

CÉLIA FROUFE, Agencia Estado

11 de setembro de 2013 | 20h05

O anúncio das mudanças foi feito em fevereiro passado dentro do Programa Otimiza BC. A principal mudança será na quantidade de códigos disponíveis de operação de câmbio, atualmente de 332.

A intenção era diminuir para 184 e o BC agora chegará a apenas 182. Entre as principais alterações está a reunião em uma só classificação dos investimentos estrangeiros em títulos do País. Até então, eram divididos em quatro: privado de curto e longo prazos e público de curto e longo prazos.

Outra mudança é em relação a franquias, que estavam acopladas a outros tipos de identificação e agora voltarão à situação anterior, em que terão um código próprio.

De acordo com o BC, o adiamento da entrada em vigor das mudanças se dá para que o sistema financeiro possa se adaptar às alterações. A instituição reafirmou seu compromisso com a redução de custos do sistema e explicou também que as mudanças não terão, portanto, influência sobre as cotações do dólar.

Tudo o que sabemos sobre:
BCmanual de câmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.