Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

BC anuncia medida para tornar leilão de exportação mais atrativo

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Luiz Fernando Figueiredo, anunciou hoje que o Banco Central decidiu criar a possibilidade de recomprar das instituições financeiras os dólares vendidos em leilões de linha de exportação. "Se houver interesse, os bancos poderão transferir o risco de vender os dólares em mercado por uma taxa diferente da ptax (média das cotações) através de uma operação interbancária diretamente com o Banco Central", disse Figueiredo. A recompra dos dólares pelo BC será feita tendo como referencial a ptax do dia anterior ao do vencimento da linha de exportação, quando as instituições financeiras são obrigadas a vender em mercado os dólares recebidos dos exportadores para entregar reais ao Banco Central."A taxa para recompra de dólar será definida previamente tendo como referencial a ptax do dia anterior ao do vencimento da linha de exportação negociada em leilão. Mais ou menos alguns pontos porcentuais definidos diretamente com os bancos", explicou Figueiredo. Ele informou ainda que poderá fazer essas operações de recompra inclusive com as linha de exportação, que já foram vendidas em leilão mas não venceram. Figueiredo espera que essa opção de recompra pelo BC torne mais atrativa a oferta de linha de exportação. O diretor explicou também que o BC poderá usar a mesma sistemática de definição de taxa em qualquer operação interbancária no mercado futuro e a termo de câmbio. Mas, ele ressaltou que não é intenção do BC, neste momento, fazer estas operações. A idéia é, segundo Figueiredo, tornar mais atrativos os leilões de linha de exportação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.