BC anuncia medida que facilita crédito para baixa renda

Para reduzir os custos das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor (SCM) e tentar facilitar a concessão de mais empréstimos à população de renda mais baixa dentro do programa de microfinanças do governo, o Banco Central decidiu permitir que os bancos repassem diretamente recursos às SCM sem que elas sejam obrigadas a contratar uma instituição para fazer a liquidação financeira da transação.Segundo o BC, como não são instituições financeiras, além de fazerem o registro nos sistemas eletrônicos adequados, as SCM precisavam contratar um banco para efetuar a liquidação do repasse dos recursos, o que encarecia a transação. Esse custo era repassado aos clientes das SCM.No entanto, como as operações de microfinanças têm juros reduzidos, esse custo adicional estava, em alguns casos, inviabilizando as transferências de recursos entre os bancos que não têm interesse em aplicar diretamente o total exigido pelo governo no programa de microfinanças e essas entidades que atuam diretamente com as comunidades que precisam do dinheiro.De acordo com a circular 3263 divulgada esta manhã pelo BC esses repasses, efetuados pelos bancos por meio dos depósitos interfinanceiros vinculado a operações de microfinanças (DIM) ficam isentos da exigência de contratar um liquidante desde que sejam destinados às SCMs seguindo os limites de operação estabelecidos na regulamentação em vigor. Mas a exigência de registro no sistema eletrônico, como a Cetip, está mantida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.