BC aprova compra do BankBoston pelo Itaú

O presidente do Itaú, Roberto Setúbal, afirmou nesta quarta-feira pela manhã que o Banco Central aprovou a compra dos ativos do BankBoston pelo Itaú. A operação de US$ 2,2 bilhões, anunciada no início de maio, seria paga com a emissão de 68,518 milhões de ações preferenciais do banco brasileiro e precisava do aval do Banco Central do País. Na sexta-feira, deverá ser feita uma assembléia interna para definir a incorporação da administração do BankBoston pelo Itaú. Setúbal descartou a possibilidade de haver um plano de demissões voluntárias (PDV). "Teremos um grande índice de retenção de executivos do BankBoston, que serão incorporados ao Itaú", disse. As áreas de alocação desses profissionais ainda serão definidas, segundo Setúbal. Com a aprovação do BC, a participação do Bank of América (BofA), controlador do BankBoston no capital total do Itaú será de 5,8%. O acordo assinado em maio previa a compra dos ativos do BankBoston no Brasil e o direito de comprar as operações no Chile e Uruguai, posteriormente anunciado no dia 09 de agosto. Com a operação, a participação das ações do BofA no capital do Itaú chega a 7,4%. Os ativos combinados do Itaú com o BankBoston nos três países chegam a R$ 203,32 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.