BC argentino vai recorrer de embargo nos EUA

O Banco Central da Argentina vai recorrer da decisão de um tribunal dos EUA que embargou uma conta da instituição no Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de Nova York. O presidente do BC argentino, Martin Redrado, instruiu os advogados do banco no escritório nova-iorquino Sullivan and Cromwell LLP a apresentar a apelação na manhã desta quarta-feira, segundo informou um funcionário do BC.

AE-DOW JONES, Agencia Estado

13 Janeiro 2010 | 06h48

O juiz distrital Thomas Griesa embargou a conta do banco central argentino no Fed de Nova York com base num decreto assinado em dezembro pela presidente Cristina Kirchner, que concedeu ao governo a permissão de usar as reservas do banco central para o pagamento de dívidas. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Argentina embargo apelação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.