Andy Rain/EFE/EPA
Andy Rain/EFE/EPA

BC britânico eleva juros para conter inflação crescente

Quase metade dos dirigentes queria um aumento ainda maior para conter as pressões desenfreadas sobre os preços

Reuters

03 de fevereiro de 2022 | 09h53

LONDRES - O banco central britânico elevou os juros para 0,5% nesta quinta-feira, 3, e quase metade dos dirigentes queria um aumento ainda maior para conter as pressões desenfreadas sobre os preços, com a instituição alertando que a inflação chegará em breve a mais de 7%. 

Em uma decisão surpreendentemente dividida, quatro dos nove membros do Comitê de Política Monetária britânico queriam elevar os juros em meio ponto percentual, para 0,75%, no que teria sido a maior alta desde que o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) se tornou operacionalmente independente, há 25 anos.

A maioria, incluindo o presidente Andrew Bailey, votou por um aumento de 0,25 ponto percentual, para 0,5%.

O BoE disse que a inflação de preços ao consumidor --que ficou em 5,4% em dezembro-- agora deve atingir um pico em torno de 7,25% em abril, que seria a taxa mais alta desde uma recessão no início dos anos 1990 e bem longe de sua meta de 2%. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.