BC britânico foi unânime no apoio ao corte coordenado de juro

Todos os nove integrantes do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco da Inglaterra votaram a favor do corte global de juro de 0,50 ponto percentual promovido neste mês, mostrou a ata do encontro. De acordo com o documento, divulgado nesta quarta-feira, o presidente do banco central britânico, Mervyn King, fez um relato aos outros oito membros do comitê sobre o corte coordenado com o Federal Reserve, dos Estados Unidos, e o Banco Central Europeu (BCE), e convidou seus colegas para participarem da ação. O Comitê considerou que as turbulências no mercado financeiro e os dados econômicos divulgados até aquele momento apontavam para uma forte deterioração das perspectivas para a economia e teriam alterado o cenário para a inflação. "Todos estes desdobramentos apontaram para a necessidade de afrouxamento da política monetária", afirmaram os diretores do BC britânico na ata. A maioria dos analistas espera que o Banco da Inglaterra corte a taxa de juro novamente em novembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.