BC britânico não vai dizer aos mercados o que esperar em relação aos juros

O Banco da Inglaterra (BoE) não vai buscar reagir a mudanças nas expectativas dos mercados financeiros sobre quando irá aumentar as taxas de juros, disse uma autoridade do BC britânico.

REUTERS

15 de outubro de 2014 | 16h33

Investidores têm mudado suas apostas sobre a primeira alta nos juros para meados de 2015 ou mais tarde, com base em sinais de que a zona do euro pode entrar em recessão e devido ao crescimento lento dos salários britânicos.

Questionado sobre a mudança nas expectativas, Martin Weale, um dos nove membros do Comitê de Política Monetária britânico, disse que não cabe ao BoE avisar aos mercados o que esperar, e ressaltou que a chamada política de orientação do banco central nunca teve a intenção de ser uma promessa sobre quando as taxas devem subir.

Weale disse ainda que o a taxa de desemprego britânica "pode continuar caindo rapidamente".

(Por William Schomberg)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROBOEJUROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.