Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

BC chinês pede resolução para dívida na zona do euro

O presidente do banco central chinês, Zhou Xiaouchuan, pediu uma solução imediata para a crise da dívida soberana da zona do euro, ao ressaltar o enfraquecimento da recuperação mundial e as perspectivas cada vez mais sombrias para a economia global.

AE, Agencia Estado

24 de setembro de 2011 | 15h02

Em um comunicado ao Comitê Financeiro e Monetário Internacional, responsável pela adoção de políticas do Fundo Monetário Internacional (FMI), o presidente do Banco do Povo da China disse que os indicadores de risco tiveram "uma piora generalizada". Ele demandou "medidas de consolidação fiscal críveis e poderosas" para minimizar a crise da zona do euro. "O ciclo negativo entre as vulnerabilidades do setor público e das instituições financeiras privadas é um fardo pesado sobre a confiança do mercado e limita a eficiência das políticas macroeconômicas", afirmou Zhou.

Os comentários de Zhou foram feitos durante a reunião anual do FMI e do Banco Mundial em Washington, na qual líderes mundiais debatem a crise da dívida soberana da zona do euro, além de outros desafios para a economia mundial. As informações são da Dow Jones. (Fábio Alves)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.