BC: consumo do governo deve continuar em expansão

O Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje pelo Banco Central, avalia que o consumo do governo deve continuar em expansão nos próximos trimestres. No documento, o texto afirma que "diante do quadro de vinculações orçamentárias vigente no País e das diretrizes das políticas públicas, é de se esperar que o crescimento do consumo do governo se mantenha nos próximos trimestres". O texto afirma, contudo, que deve ser observado algum arrefecimento do "ritmo muito forte observado no início do ano".O relatório também cita dados do IBGE que mostram que o consumo do Estado cresceu 5,8% no primeiro trimestre de 2008, na comparação com igual período de 2007. Esse comportamento foi, para o BC, "acompanhado por forte incremento das receitas públicas".Ainda sobre o comportamento do governo, o relatório diz que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) deve expandir o ritmo do investimento público em infra-estrutura nos próximos meses. No documento, o texto afirma esperar o "aprofundamento do processo de implementação do PAC". A ação do Estado deve, na avaliação do BC, contribuir para a manutenção do desempenho benigno dos investimentos na economia brasileira. Balança comercialNo mesmo trecho do texto, o relatório cita que o superávit da balança comercial brasileira deve cair em 2008. Ao citar dados recentes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o texto afirma que "apesar da perda relativa de dinamismo das exportações, é importante notar que os resultados parciais foram afetados negativamente por fatores pontuais, como a greve dos auditores fiscais da Receita Federal, atraso na colheita de grãos e o locaute de produtores rurais na Argentina".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.