Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

BC: convite para comitê de Basiléia reconhece supervisão no país

O convite para que o Brasil passe a integrar o Comitê de Basiléia para Supervisão Bancária atende a proposta dos líderes do G20 de ampliar o acesso a órgãos globais de regulação financeira e reflete a qualidade da supervisão bancária no Brasil, afirmou o Banco Central nesta sexta-feira.

REUTERS

13 de março de 2009 | 18h12

"O convite ao Brasil é reflexo da qualidade da regulação e supervisão do sistema financeiro implementados pelo país", afirmou o BC em nota.

O comitê convidou nesta sexta-feira Brasil, China, Índia, Rússia, Coréia, México e Austrália a fazerem parte da instituição, que coordena a supervisão bancária entre os bancos centrais. Com o convite, os presidentes dos bancos centrais desses países passarão a ter representação na instância de governança do comitê.

"Essa expansão vai aumentar a habilidade do comitê de desempenhar sua missão principal, que é fortelecer práticas regulatórias e padrões ao redor do mundo", afirmou o presidente do comitê de Basiléia, Nout Wellink, em comunicado.

O convite do comitê ocorreu um dia depois de o Fórum de Estabilidade Financeira ter proposto ao Brasil e a outros países a adesão ao órgão, que cuida da supervisão e da vigilância do mercado financeiro.

Ministros das Finanças do G20 reunidos em São Paulo em novembro aprovaram comunicado em que reconheciam a necessidade de expandir o fórum para incluir economias emergentes.

(Reportagem de Isabel Versiani)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENBASILEIABRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.