BC cria comissão para investigar o Banco Cruzeiro do Sul

Objetivo será investigar as cinco empresas financeiras vinculadas ao Banco

Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

18 de junho de 2012 | 18h54

BRASÍLIA - O Banco Central anunciou nesta segunda-feira, 18, que foi criada uma Comissão de Inquérito para investigar o Banco Cruzeiro do Sul. Segundo ato divulgado hoje, foram escolhidos Clóvis Vidal Poleto como presidente da comissão; Augustin Daihyun Shim e Amadeu João Caparroz para os cargos de relator e Alan Brito Canal e Maria Aparecida Pereira como secretários. Todos são servidores do BC.

A comissão terá como objetivo investigar as empresas Banco Cruzeiro do Sul S.A., Cruzeiro do Sul Holding Financeira S.A., Cruzeiro do Sul S.A. Corretora de Valores e Mercadorias, Cruzeiro do Sul S.A. DTVM e Cruzeiro do Sul S.A. Companhia Securitizadora de Créditos Financeiros. Segundo o ato, foi determinado o prazo de 120 dias para a conclusão dos trabalhos.

O Cruzeiro do Sul sofreu intervenção do Banco Central no dia 4, com suspeita inicial de um rombo de R$ 1,3 bilhão, provocado por créditos fictícios. O banco está sendo administrado agora pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Após esse período, a instituição será colocada à venda. Se não aparecerem interessados, o banco pode ser liquidado. / com Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado

Tudo o que sabemos sobre:
Cruzeiro do SulBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.