BC da Turquia pode intervir no câmbio

O Banco Central da Turquia poderá agir novamente se a volatilidade da lira aumentar, após a instituição ter vendido dólares na terça-feira no mercado por meio de leilões em uma tentativa de estabilizar o valor da moeda local, disse o presidente da autoridade monetária, Erdem Basci.

Agencia Estado

12 de junho de 2013 | 10h41

"Nós estamos confortáveis com o nível da taxa de câmbio, mas nós precisamos dar um sinal ao mercado para a volatilidade (da lira)", afirmou Basci em uma conferência em Giresun,, uma província do Mar Negro da Turquia.

Basci disse que o banco central vendeu US$ 250 milhões em cinco leilões de câmbio intraday para evitar pânico entre os investidores devido a preocupações domésticas e globais. Basci disse que o aperto monetário de um dia da instituição - por meio de venda e redução da quantia de liquidez em lira - foi muito efetiva e estabilizou a moeda.

O banco central disse que intervirá nos mercados cambiais, quando parecer necessário para dar suporte à lira e conter o impacto da volatilidade excessiva do mercado cambial.

Basci afirmou que os fluxos negativos dos mercados turcos totalizaram entre US$ 7 bilhões e US$ 8 bilhões desde o mês passado, mas ele não forneceu qualquer número comparativo.

Ele disse também que o banco central não vê atualmente a necessidade de elevar a taxa de empréstimo overnight de 6,50% - a ponta final mais alta do corredor de taxa de juros da instituição - mas que isso será discutido na próxima reunião de política monetária em 18 de junho. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
TurquiaBCcâmbio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.