BC decreta liquidação do Banco Interior

O Banco Central decidiu hoje decretar a liquidação extrajudicial do Banco Interior de São Paulo, que tem sede em São José do Rio Preto. De acordo com o documento do governo, os principais fatores que guiaram a decisão foram o comprometimento da situação econômica-financeira, a incapacidade de capitalização, a situação líquida ajustada negativa e a deterioração da liquidez.O Banco Interior tinha 14 agências e dois postos de atendimento. Essas agências ficavam espalhadas pelo Estado de São Paulo (10), Minas Gerais (3) e Mato Grosso do Sul (1). O banco empregava um total de 198 funcionários e operava carteiras comercial e de crédito, financiamento e investimento. O volume total das operações de crédito do banco em novembro de 2000 era de R$ 35,098 milhões. Os depósitos à vista totalizavam R$ 9,132 milhões. Os depósitos a prazo somavam R$ 39 milhões. O Interior não tinha nenhuma operação no mercado interfinanceiro. A diretora de Fiscalização do Banco Central (BC), Tereza Grossi, afirmou que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) conseguirá cobrir cerca de 50% dos depósitos a vista e a prazo do Banco Interior de São Paulo liquidado hoje. "O banco tinha, em dezembro do ano passado, 13.400 depositantes e não tinha depósitos em caderneta de poupança", disse. Ela lembrou que o FGC só oferece cobertura para os depósitos à vista, à prazo e de poupança até o limite de R$ 20 mil por conta. Ela, entretanto, não fez nenhum prognóstico sobre a data que o FGC começará a pagar os clientes do Banco Interior de São Paulo. Sobre as aplicações em fundos de investimento do banco, a diretora lembrou que os clientes terão que aguardar a liquidação dos ativos do fundo e se habilitarem a receber de volta pelo menos parte de seus recursos. "A liquidação dos fundos é feita a parte da liquidação dos bancos", ressaltou. O banco foi liquidado, segundo Grossi, porque estava com um desequilíbrio patrimonial de R$ 25 milhões causado por operações de crédito de pouca liquidez.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.