BC define exigência de capital mínimo para bancos

O Banco Central editou hoje nove circulares que definem os fatores de ponderação de risco que determinarão a exigência de capital mínimo dos bancos em operações de crédito e no mercado. Em alguns, como varejo e setor imobiliário, haverá menor exigência de capital. Em outros, como operações de cupom cambial, ações e commodities, passará ser exigido capital mínimo, de acordo com fórmulas específicas. As medidas, no entanto, só entram em vigor em julho de 2008, com exceção das regras de exposição cambial. "Nosso objetivo não é estimular ou desestimular operações. Esta é uma norma prudencial. O que fizemos foi reconhecer que algumas representam menor nível de exposição a risco", afirmou o chefe do Departamento de Normas (Denor) do BC, Amaro Gomes. "No conjunto do sistema financeiro, as medidas têm impacto neutro, embora possam afetar de formas diferentes as instituições", disse. O técnico destacou que hoje o sistema financeiro como um todo já está acima dos requerimentos mínimos de capital, ou seja, 11% dos ativos ponderados pelo risco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.