BC: despesa com juros será de 4,2% do PIB em 2010

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes, previu hoje que a despesa do setor público com juros, em 2010, será da ordem de 4,2% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo ele, o efeito da redução de cinco pontos porcentuais da Selic (a taxa básica de juros da economia) no ano passado começará a ser sentido mais claramente a partir de agora. Altamir mencionou, por exemplo, que a Selic média em 12 meses passou de 10,4% em novembro para 9,9% em dezembro de 2009. Em 2008, ela ficou em 12,5%.

FABIO GRANER E FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

28 Janeiro 2010 | 13h16

O técnico explicou que o processo de renovação dos títulos da dívida pública ao longo do tempo faz com que a redução da despesa com juros não seja tão rápida quanto foi a queda na taxa Selic. O cenário de gastos com juros para 2010 leva em conta a taxa de câmbio prevista pelo mercado, de R$ 1,75.

Altamir mencionou ainda que a valorização de 26% da taxa de câmbio em 2009 foi um dos fatores para que a despesa com juros no ano passado, apesar de ter sido a menor da série em proporção do PIB (5,40%), tenha caído relativamente pouco ante 2008 (quando somou 5,45% do PIB).

Mais conteúdo sobre:
contas públicas BC

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.