BC divulgará informações de bancos

O Banco Central vai exigir que as instituições financeiras, como bancos múltiplos, bancos comerciais, de investimento, desenvolvimento e outros, remetam, trimestralmente, informações financeiras mais detalhadas com o objetivo de divulgá-las ao público. Segundo o diretor de Normas do BC, Sérgio Darcy, oBanco Central deseja dar à sociedade condições de conhecer bem seus bancos.Para isso, e seguindo a orientação do Banco para Compensação Internacional (BIS), a diretoria do BC aprovou a circular que estabelece a obrigatoriedade do envio de informações financeiras trimestrais (IFT), a partir da data-base de 31 de março de 2001. Só que para que essas informações sejam prestadas o BC colocou, em audiência pública, a minuta de um extenso documento com a sugestão de vários quadros de informações a serem prestadas e notas explicativas.De acordo com o BC a intenção é de que várias informações, que hoje só o Banco Central conhece, cheguem a público. Uma delas, por exemplo, é a verificação de enquadramento do banco no Acordo de Basiléia, nos limites de imobilização e de patrimônio líquido. O banco vai informar quanto o BC exige, quanto o banco tem e qual a sua deficiência. As operações de crédito também serão segmentadas por faixas de valor, de risco e se possuem ou não garantia. O BC também quer que os bancos informem a taxa de captação de recursos, além das taxas de juros cobradas nos empréstimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.