BC do Canadá corta juro e diz que EUA já estão em recessão

Taxa de juros overnight do país vai para 2,25% e atinge o nível mais baixo dos últimos quatro anos

Regina Cardeal, da Agência Estado,

21 de outubro de 2008 | 13h03

O Banco Central do Canadá cortou sua taxa de juro overnight - de um dia - 0,25 ponto porcentual para 2,25%, o nível mais baixo em mais de quatro anos, e afirmou que provavelmente será necessário mais estímulo monetário, uma vez que suas exportações estão sendo negativamente atingidas neste momento em que a economia mundial caminha para uma leve recessão, liderada pelos Estados Unidos, que "já estão em recessão". Veja também:Consultor responde a dúvidas sobre crise  Como o mundo reage à crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitosEspecialistas dão dicas de como agir no meio da crise A cronologia da crise financeira  Dicionário da crise   Há duas semanas, o Banco Central do Canadá participou do corte coordenado de 0,50 ponto no juro aplicado por seis grandes bancos centrais do mundo. A taxa overnight do país só esteve em 2,25% em setembro de 2004. O corte de hoje reduz a diferença com o juro dos EUA, cuja taxa caiu a 1,50% na ação conjunta do último dia 8. O BC canadense havia cortado seu juro 1,50 ponto porcentual entre dezembro de 2007 e abril de 2008 e então mantido a taxa até a ação coordenada. Com esta e o corte de hoje, o juro foi reduzido 2,25 ponto porcentual desde dezembro. A crise financeira global forçou o BC a novamente cortar a previsão de crescimento ao menor patamar desde a recessão de 1991 no Canadá. A instituição agora projeta que o PIB crescerá apenas 0,6% tanto em 2008 quanto em 2009, após reduzir drasticamente a projeção de crescimento de 1% e 2,3%, respectivamente para este e o próximo ano, feita em julho.

Tudo o que sabemos sobre:
Crise FinanceiraCrise nos EUACanadá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.