bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

BC do Canadá vê possibilidade de alta dos juros

O presidente do Banco Central do Canadá disse que a economia do país deve acelerar-se no final do segundo semestre do ano e advertiu aos consumidores que pensam em tomar mais crédito que as taxas de juro podem, eventualmente, subir. Em entrevista veiculada neste domingo da rede de TV Global canadense, Mark Carney alertou aos consumidores que as taxas de juro extremamente reduzidas praticadas atualmente são uma anomalia e devem subir.

Agencia Estado

21 de abril de 2013 | 17h52

"As taxas de juros irão subir ao longo do tempo e, na verdade, a próxima alteração do juro provavelmente será de alta", afirmou. Mas reiterou haver três áreas da economia para as quais o BC canadense está olhando em busca de sinais sobre quando tomará tal atitude.

A economia precisa crescer acima da taxa potencial de expansão ou dois pontos porcentuais acima do potencial. Ele disse ainda que o Canadá também precisa experimentar "continuidade do processo, que está se tornando uma evolução positiva", de moderação das dívidas dos cidadãos canadenses e ainda citou a estabilização do mercado imobiliário.

Carney responsabilizou a queda das exportações pela recente deterioração das perspectivas de crescimento econômico do Canadá. As exportações, de modo geral, têm sido "muito mais fracas do que esperávamos", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
CanadáBCjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.