BC dos EUA mantém taxa de juros estável entre zero e 0,25%

Fed anuncia que vai estender seu programa de US$ 1,25 trilhão de compras de ativos lastreados em hipotecas

Regina Cardeal, da Agência Estado,

23 de setembro de 2009 | 15h24

O banco central dos EUA, Fed, manteve o juro inalterado na faixa de zero a 0,25% ao ano, nível em que está desde dezembro passado, mas também ressaltou os sinais de recuperação econômica. Em anúncio nesta quarta-feira, 23, o Fed afirmou que a atividade econômica, apesar de estar acelerando, seguirá fraca por algum tempo, e que espera uma inflação "contida por algum tempo".

 

Veja também:

especialUm ano após auge da crise, economia se recupera

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialDicionário da crise 

especialComo o mundo reage à crise

 

Logo após o anúncio, o mercado financeiro acelerou ganhos. Em Nova York, às 15h36, Dow Jones subia 0,56% e Nasdaq registrava alta de 0,91%. No Brasil, o Ibovespa, o principal índice da Bolsa de São Paulo, virou e apontava alta de 0,04%.

 

O Fed anunciou ainda que vai estender seu programa de US$ 1,25 trilhão de compras de ativos lastreados em hipotecas até o próximo ano para ajudar o mercado financeiro a se ajustar. O banco central vai "gradualmente desacelerar o ritmo destas recompras de modo a promover uma transição suave nos mercados e antecipa que eles serão executados até o fim do primeiro trimestre de 2010", diz o comunicado.

 

O programa de ativos lastreados em hipotecas é parte de uma iniciativa de resgate extraordinária que

o Fed lançou para reduzir as taxas das hipotecas e estimular a economia. Uma vez que o Fed detalha

uma saída do programa, o anúncio desta quarta é significativo. Reforça a melhora do panorama econômico reflete o desejo da autoridade monetária de desativar um dos programas de resgate lançados quando a crise financeira global estava em sua pior fase.

 

Em agosto, o Fed anunciou que gradualmente desativaria outro de seus programas de ajuda - o de US$ 300 bilhões para compra de Treasuries. O Fed reiterou hoje que planeja concluir as compras de Treasuries até o fim de outubro de 2009.

 

O Fed votou por dez a zero par manter a taxa dos Fed funds entre zero e 0,25%, nível recorde de baixa.

O banco central também reiterou que espera que as taxas continuem em níveis excepcionalmente baixos "por um período prolongado de tempo". As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
FedEUAjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.