BC: economia do governo foi de R$ 18,7 bi em abril

As contas do setor público registraram superávit primário de R$ 18,712 bilhões em abril. O superávit primário é a economia que o governo faz para o pagamento de juros da dívida pública. As contas incluem os números do governo central (Tesouro Nacional, Banco Central e INSS), governos regionais e empresas estatais. Em março, o superávit primário das contas públicas havia sido de R$ 15,403 bilhões e em abril de 2007, de R$ 23,458 bilhões.O resultado do mês de abril deste ano reflete o superávit primário do governo federal de R$ 16,861 bilhões e saldo positivo de R$ 2,459 bilhões dos governos regionais - com destaque para o superávit de R$ 2,341 bilhões dos Estados. As empresas estatais tiveram déficit primário de R$ 608 milhões. Esse resultado negativo foi gerado, principalmente, pelas estatais federais, que computaram déficit de R$ 853 milhões.O gasto nominal com juros no mês passado foi de R$ 14,870 bilhões. Esse número foi liderado pelo gasto do governo central de R$ 10,473 bilhões, seguido pelos governos regionais, com R$ 4,461 bilhões.Feito o pagamento de juros, o setor público encerrou abril com superávit nominal de R$ 3,842 bilhões, no segundo mês seguido de saldo positivo. O número, porém, é inferior ao registrado em abril de 2007, quando o superávit nominal ficou em R$ 11,173 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.