BC eleva previsão para déficit em conta corrente em 2009

O Banco Central (BC) elevou a previsão oficial para o déficit em transações correntes em 2009, de US$ 18 bilhões para US$ 22 bilhões, conforme relatório sobre as contas do setor externo, divulgado hoje. A piora da projeção foi diretamente influenciada pela menor estimativa de superávit comercial neste ano, cuja previsão caiu de US$ 27 bilhões para US$ 24 bilhões. Na conta de serviços e rendas, a estimativa também piorou e a previsão de déficit passou de US$ 48 bilhões para US$ 49,2 bilhões.

FERNANDO NAKAGAWA E ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

17 de dezembro de 2009 | 11h56

A previsão para a remessa de lucros e dividendos foi mantida em US$ 22,3 bilhões. Já a previsão de déficit na conta de viagens internacionais cresceu de US$ 4,5 bilhões para US$ 5,5 bilhões.

Apesar do aumento da previsão de déficit, o BC prevê que o resultado negativo será integralmente compensado pelo ingresso de US$ 25 bilhões na forma de investimento estrangeiro direto (IED). O valor é idêntico ao da previsão feita em setembro.

O BC também elevou a estimativa para a entrada de capital estrangeiro para a compra de papéis de renda fixa de longo prazo e ações, que passou de US$ 22 bilhões para US$ 46,5 bilhões. A projeção anterior, de US$ 22 bilhões, já estava ultrapassada, porque nos dez primeiros meses do ano o ingresso já somava US$ 39,856 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
contas externasBC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.