BC eleva projeção para balança comercial em 2004

O Banco Central (BC) elevou de US$ 16,5 bilhões para US$ 19 bilhões sua projeção para o saldo da balança comercial em 2004. A alteração faz parte de uma série de modificações feitas pelo BC para suas projeções do balanço de pagamentos de 2004. De acordo com os dados divulgados esta manhã pelo Departamento Econômico (Depec) do BC, os pagamentos de juros ao longo do próximo ano somarão US$ 14,2 bilhões, valor superior aos US$ 13,5 bilhões estimados anteriormente. No caso de lucros e dividendos, a expectativa do BC é que o País remeterá ao exterior US$ 5,3 bilhões e não mais US$ 5,5 bilhões. No caso das amortizações de médio e longo prazo (pagamento de juros), a projeção do BC é de um gasto de US$ 40 bilhões, o que representa uma queda de US$ 600 milhões em relação à previsão passada. Pelo lado das fontes de financiamento do balanço de pagamentos, o BC reduziu de US$ 13,5 bilhões par US$ 13 bilhões a projeção para o volume de investimentos estrangeiros diretos (IED) que deverão ingressar no País. O chefe do Depec, Altamir Lopes, já adiantou, entretanto, que a projeção é conservadora, dado o volume de recursos previstos para entrar em novembro deste ano: US$ 2 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.