BC estuda mudanças em normas para o câmbio

O Banco Central (BC) está estudando novas mudanças nas normas cambiais, informou o diretor de Assuntos Internacionais da instituição, Alexandre Schwartsman. "Estamos começando a ver a parte de capitais e vamos continuar com o processo de aperfeiçoamento das normas cambiais", disse, sem detalhar, em entrevista após palestra promovida pela Câmara de Comércio Americana (Amcham) e pela KPMG.Hoje faz dois meses que a unificação dos mercados de câmbio e a reforma normativa referente à parte comercial e de serviços entraram em vigor. De acordo com Schwartsman, as mudanças trouxeram simplificação e mais eficiência ao combate de lavagem de dinheiro. Agora todas as operações são registradas no sistema de informação do BC com o mercado, o Sisbacen. Ao mesmo tempo, ressaltou, as alterações retiraram "um clima policialesco" das normas e desburocratizaram o sistema.O diretor não quis comentar nada sobre inflação, política monetária, o nível do câmbio nem "muito menos" a autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para que o presidente do BC, Henrique Meirelles, seja investigado.Schwartsman disse sobre medida defendida por alguns economistas de dar uma anistia a brasileiros que têm dinheiro no exterior irregularmente, que essa questão cabe à Receita Federal, não ao BC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.