BC europeu estuda intervenção para conter escalada do euro

O ministro da Economia da Itália, Domenico Siniscalco, disse que o Banco Central Europeu (BCE) está considerando intervir nos mercados de câmbio para conter a acentuada alta do euro contra o dólar. "Nós estamos conversando sobre uma intervenção coordenada e não num movimento unilateral, que seria ineficaz", disse Siniscalco. Esta manhã, o euro voltou a registrar novo recorde de alta contra o dólar, marcando US$ 1,3007 na máxima intraday (durante os negócios). Contudo, no início da tarde, o euro recuava da máxima para ao redor de US$ 1,2885. Logo após a divulgação da declaração de Siniscalco, sobre uma possível intervenção coordenada nos mercados de câmbio, o euro ampliou a queda e caiu abaixo de US$ 1,2880 e, em seguida, passou a testar o suporte em US$ 1,2870. Por volta das 16h20, em Nova York, o euro era negociado a US$ 1,2869, de US$ 1,2872 no final da tarde de ontem. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.