BC europeu pede mais governança econômica na região

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, pediu o reforço das políticas macroeconômica e fiscal da União Europeia (UE). "Nós estamos pedindo um salto de qualidade no reforço da governança da economia europeia, particularmente na zona do euro", afirmou Trichet durante uma entrevista à televisão pública da Holanda, transmitida hoje. "Eu estou convencido de que o Parlamento Europeu...irá nessa direção."

AE, Agencia Estado

23 de janeiro de 2011 | 12h17

Em uma entrevista a um jornal na sexta-feira, o membro do conselho do BCE Juergen Stark pediu um novo acordo sobre regras orçamentárias. Ele afirmou que França, Alemanha e outros membros da UE não estão fortalecendo o suficiente suas regras orçamentárias, no âmbito do Pacto de Estabilidade Europeia.

Trichet também reiterou os comentários de que o BCE está alerta diante dos riscos inflacionários em médio prazo, após um aumento recente da inflação por causa da elevação de preços de energia e commodities.

"Nós temos de estar alertas para evitar efeitos secundários, isso é o que conta. O que é importante para nós é impedir que haja qualquer alta de outros preços que criarão um problema para a estabilidade dos preços no médio prazo", avaliou Trichet. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Europacrise econômica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.