coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

BC europeu: petróleo traz risco de alta para inflação

O membro do Conselho do Banco Central Europeu (BCE) e presidente do Bundesbank (banco central alemão), Axel Weber, disse que uma nova escalada nos preços do petróleo representa um risco para a inflação e o desenvolvimento econômico, mas é improvável que os níveis atuais dos preços continuem. Falando para repórteres antes do encontro dos ministros de Finanças e presidentes de bancos centrais do G-7 (países mais industrializados) em Washington, Weber disse que os preços do petróleo "são um risco de alta para o desenvolvimento da inflação e são um risco de baixa para o desenvolvimento econômico". Os contratos futuros de petróleo estabeleceram novo recorde acima de US$ 90,00 por barril durante a noite, em meio às tensões no Oriente Médio, contudo Weber disse que "a alta atual não deve ser vista como permanente". Weber disse que o foco do BCE na política monetária é sobre um objetivo no médio prazo para preservar a estabilidade de preço. "Estamos agindo sobre os desenvolvimentos no médio prazo", disse Weber. "Devemos olhar para eles (desenvolvimentos nos preços do petróleo) com grande vigilância, mas eles não são motivos para exageros", acrescentou. FuturoSobre a perspectiva para a economia, Weber destacou que a economia global ainda está num ritmo de crescimento robusto e é improvável que caia em recessão, apesar dos altos preços do petróleo, recente turbulência financeira e da economia dos EUA - que dá sinais de ter esfriado mais do que se esperava. Weber disse que espera que um crescimento econômico de 2,5% da zona do euro este ano e de mais de 2% em 2008. Ele prevê que a economia da Alemanha vai crescer 2,5% este ano e ao redor de 2% em 2008. "A tendência de alta da zona do euro permanece intacta", disse. As informações são da Dow Jones.

SUZI KATZUMATA, Agencia Estado

19 de outubro de 2007 | 17h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.