BC: gasto com juros no 1º trimestre é o menor da série

O aumento da remuneração obtida com os títulos que compõem as reservas internacionais do País diminui o gasto com juros. Segundo o chefe do Departamento Econômico (Depec) do Banco Central, Altamir Lopes, o gasto com juros em março (US$ 307 milhões) é o melhor resultado para o mês de março desde o início da série histórica, em 1947. No trimestre, a despesa com juros foi de US$ 2,191 bilhões. O valor também é o menor da série para o período acumulado dos três primeiros meses do ano. Altamir explica o desempenho principalmente pela receita com juros obtida com os títulos que compõem as reservas internacionais. Em março, o Brasil conseguiu US$ 629 milhões e no trimestre, US$ 1,889 bilhão. Outro aspecto apontado por Altamir é que a dívida externa tem diminuído, o que reduz o gasto do Brasil com o pagamento de juros aos credores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.