BC: inadimplência aumenta em janeiro

De acordo com o relatório de juros e spread bancário do Banco Central, a inadimplência superior a 90 dias registrada em janeiro foi 3,1% do total dos empréstimos concedidos pelo BC. Em dezembro, esse percentual era de 2,9%, enquanto que, em junho do ano passado, a taxa de inadimplência era de 3,2%. Nas operações com pessoas físicas, a inadimplência em janeiro atingiu 3,8% do total de operações contra os 3,7% registrados em dezembro. Já para pessoa jurídica, a taxa de inadimplência não registrou variação entre janeiro e dezembro de 2000, ficando em 2,1%. No crédito pessoal, a inadimplência em janeiro atingiu 5,4% do total de recursos concedidos nessa linha de crédito, específica para pessoa físicas. Em dezembro, este porcentual foi de 4,7%. O diretor de Política Econômica do BC, Ilan Goldfajn, disse que uma hipótese para explicar este crescimento é a de que parte dos mutuários que deviam ao cheque especial teve seus débitos refinanciados e transformados em crédito pessoal.Nas operações de cheque especial, em contrapartida, o inadimplência caiu de 4,3% registrados em dezembro para 4,2% de janeiro. Nos empréstimos para a aquisição de bens por pessoas físicas, a inadimplência recuou de 6,6% em dezembro para 5,1% em janeiro. Nas operações para a compra de veículos, a inadimplência permaneceu estável em 1,8% no mês passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.