BC: inflação de 2007 se acelerou afetada por alimentos

O Relatório Trimestral de Inflação, divulgado pelo Banco Central (BC), afirma que, ao contrário do que ocorreu em 2006, a inflação em 2007 "tem sido adversamente afetada pelo choque negativo desfavorável que, em escala global, atingiu os preços dos alimentos".Em contrapartida, segundo o BC, o comportamento dos preços administrados tem sido "bastante benigno" em 2007, com variação de 1,47% até novembro, ante 3,41% em igual período de 2006.O relatório diz também que, apesar da aceleração da inflação em 2007, o Comitê de Política Monetária (Copom), do BC, avalia que o comportamento dos núcleos dos índices de preços ao consumidor, aliado ao fato de as expectativas permanecerem ancoradas, sinaliza que a dinâmica inflacionária tende a continuar consistente com a trajetória das metas de inflação.O BC reforça, no relatório, a preocupação também com o impacto da expansão da demanda na inflação. O documento afirma que o Comitê de Política Monetária (Copom) considera que, mesmo com o enfraquecimento das perspectivas para a economia global em relação ao cenário da época da publicação do relatório de setembro passado, o dinamismo da demanda agregada deve continuar ao longo dos próximos trimestres, a qual deverá ser favorecida pelos diversos fatores de estímulo que atuam sobre a atividade econômica, como a expansão do crédito e do emprego, a flexibilização monetária e os "impulsos fiscais".O Copom, continua o documento, avalia ainda que a expansão da demanda tende a ganhar cada vez mais importância no balanço de riscos para a dinâmica inflacionária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.