BC inglês mantém taxa básica de juro em 0,5% ao ano

Instituição preserva também programa de compra de títulos do governo e avaliará suas ações na crise

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

10 de setembro de 2009 | 08h50

O Comitê de Política Monetária do Banco da Inglaterra (BoE, o banco central inglês) decidiu manter a taxa básica de juro e o programa de compra de títulos do governo inalterados, enquanto ganha tempo para avaliar se suas ações passadas foram suficientes para a recuperação da economia. A taxa de juro permaneceu em 0,5% ao ano, o mesmo nível desde março.

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise

 

Nenhuma mudança foi feita na taxa de depósito, apesar das especulações de que o BoE pudesse seguir o exemplo do sueco Riksbank na implementação de um imposto sobre as reservas depositadas no banco central. O objetivo seria encorajar os bancos a usar o dinheiro que recebem em troca da compra de títulos do governo.

Na reunião de agosto, o comitê de política monetária do BoE havia votado pelo aumento de 50 bilhões de libras no volume de dinheiro que injeta na economia, por meio de sua política de afrouxamento qualitativo de compra de títulos com dinheiro do banco central. O total chegou a 175 bilhões de libras, sendo que mais de 140 bilhões de libras em ativos foram adquiridos até agora.

Dados do mês que passou desde a última reunião do banco central vêm dando suporte à opinião de que a economia britânica voltou a crescer neste trimestre, depois de um ano de recessão. No entanto, os formadores de política permanecem cautelosos em relação à sustentabilidade e à força da melhora. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
juroBoEReino Unido

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.