BC: investimento estrangeiro em renda fixa sobe 40,85%

O investimento estrangeiro em aplicações de renda fixa em março totalizou US$ 4,065 bilhões, informou hoje o Banco Central. O valor é 40,85% superior ao registrado em fevereiro deste ano, quando ingressaram US$ 2,886 bilhões nestas aplicações, e maior do que o registrado em março de 2007, de US$ 3,781 bilhões. No acumulado de 2008 até o mês passado, a entrada de dólares para aplicações em renda fixa somou US$ 8,263 bilhões, contra US$ 6,470 bilhões em igual período de 2007.Em março deste ano, o ministro da Fazenda Mantega anunciou três medidas cambiais, que visavam conter a alta do real em relação ao dólar, e limitar as perdas dos exportadores brasileiros. Entre elas, foi definida a alíquota de 1,5% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre aplicações financeiras de estrangeiros em renda fixa e nos títulos do Tesouro Nacional.Após esta decisão, foi noticiado que o governo estudava uma nova elevação. Porém, Mantega negou, na semana passada, que o governo esteja estudando a possibilidade de aumentar a alíquota do IOF novamente. "Não há nenhum estudo de IOF em curso no Ministério da Fazenda", disse. "Surgiram alguns boatos sobre isso, mas eles não têm fundamento", acrescentou.DólaresEm março, as compras de dólares realizadas pelo BC no mercado somaram US$ 1,2 bilhão, acumulando no primeiro trimestre US$ 6,7 bilhões. Em 2007, a compra de dólares do BC em março havia sido de US$ 8,3 bilhões e no trimestre de US$ 21,9 bilhões.ReservasO Banco Central elevou a projeção para as reservas internacionais em 2008, passando de US$ 195,232 bilhões até março para US$ 201,123 bilhões no período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.