BC: investimento externo em outubro já soma US$ 2,2 bi

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Altamir Lopes, informou que os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) no mês de outubro, até hoje, somam US$ 2,2 bilhões. Segundo ele, esse número deve fechar o mês com fluxo positivo de US$ 3,3 bilhões.Segundo Altamir, a perspectiva para o ano é positiva, reforçando a possibilidade de que o fluxo de investimentos estrangeiros superem a projeção de US$ 32 bilhões e assim batam o recorde de 2000, quando foram em exatos US$ 32 bilhões.Contas externasO chefe do Depec prevê que as contas externas do País devem fechar outubro com déficit de US$ 500 milhões. Em setembro, a conta apresentou superávit de US$ 471 milhões, abaixo do esperado tanto pelo BC quanto pelo mercado. Segundo Altamir, esse desempenho mais fraco de setembro e, agora, esperado para outubro, reflete a trajetória de crescimento na remessa de lucros e dividendos.Em setembro, as remessas somaram US$ 1,686 bilhão, praticamente o dobro dos US$ 864 milhões de setembro de 2006. Esse crescimento, segundo Altamir, é reflexo a valorização na taxa de câmbio e do crescimento do estoque de investimento direto. Segundo Altamir, em outubro até hoje, as remessas de lucros somaram US$ 1,8 bilhão e esse será o fator determinante para o déficit esperado para o mês na conta corrente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.