BC: juros do cheque especial subiram

Os juros dos cheques especiais subiram 2,1 pontos porcentuais em setembro com relação a agosto e ficaram em 150,8% ao ano. Os dados foram divulgados hoje no relatório de spread (diferença entre juro pago na captação e o cobrado nos empréstimos) e juros bancários do Banco Central (BC). A taxa das operações de cheque especial em agosto era de 148,7% ao ano. O diretor de Política Monetária do BC, Luiz Fernando Figueiredo, procurou minimizar a alta dos juros ao lembrar que o volume de operações de cheque especial é muito pouco representativo no total dos empréstimos concedidos pelo sistema bancário. "É uma oscilação pequena. Mas, é difícil dar uma razão específica para este movimento", disse. O spread aumentou, em conseqüência, de 132,8% para 134,6% ao ano. Juros empréstimos pessoaisOs juros dos empréstimos destinados às pessoas físicas caíram 0,3 ponto porcentual em setembro. Com esta queda, as taxas saíram dos 71,75% ao ano de agosto para 71,4% ao ano, segundo o relatório do BC. Os juros dos empréstimos às pessoas jurídicas também caíram no mês passado. A queda foi de 0,3 ponto porcentual em relação a agosto e ficaram em 34,5% ao ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.