BC libera compulsório a prazo, com potencial para injetar R$10 bi no mercado de crédito

O Banco Central liberou nesta quarta-feira mais uma parcela do compulsório a prazo, com potencial para injetar mais 10 bilhões de reais no mercado de crédito, ao mesmo tempo em que flexibilizou o requerimento de capital para risco nas operações de crédito.

REUTERS

20 de agosto de 2014 | 08h29

Em comunicado, o BC explicou que elevou para 60 por cento, sobre 50 por cento, a parte do recolhimento compulsório a prazo que pode ser cumprida com operações de crédito.

O BC também decidiu que restabeleceu em 75 por cento o fator de ponderação de risco (FPR) para todas as operações de crédito de varejo, independentemente do prazo.

"Os ajustes consideram a fase atual do ciclo de crédito no Brasil e se inserem nos processos de revisão das medidas macroprudenciais adotadas a partir de 2010", informou o BC.

(Por Patrícia Duarte)

Tudo o que sabemos sobre:
BACENCOMPULSORIOCREDITO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.