BC mantém projeção de ajuste zero no preço da gasolina

Para os preços da eletricidade, a projeçãodo Banco Central para o aumento caiu de 7,6% para 6,3%

Fernando Nakagawa e Fabio Graner, da Agência Estado,

07 de maio de 2009 | 10h43

O Banco Central manteve em zero a estimativa para o aumento de preços da gasolina e do gás de cozinha no acumulado deste ano, segundo a ata da reunião de abril do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada nesta quinta-feira, 7, exatamente o mesmo cenário previsto na reunião de março.

 

Veja também:

linkBC vê espaço para corte de juro, mas diz que agirá com cautela

 

Ainda de acordo com o documento, o BC diminuiu a projeção de aumento dos preços administrados (tarifas públicas) em 2009, passando de 5,5%, em março, para 5%. Para 2010, a previsão do BC para os administrados continua em 4,8%.

 

Para o comportamento das tarifas de eletricidade, a projeção para o aumento dos preços no acumulado deste ano caiu de 7,6% para 6,3%. Para a telefonia fixa, a estimativa de reajuste seguiu em 5%, exatamente como em março.

Tudo o que sabemos sobre:
BCCopomataCombustíveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.