BC nomeia comissão de inquérito para o grupo Rural

O Banco Central (BC) definiu nesta segunda-feira,19, a comissão de inquérito responsável pelas empresas do grupo Rural que estão em liquidação extrajudicial desde o início de agosto. A comissão tem prazo inicial de 120 dias para conclusão dos trabalhos a partir de sua instalação. A instituição pode prorrogar o prazo quantas vezes considerar necessário, observado o limite de 240 dias previsto em lei, conforme portaria publicada na semana passada que alterou as normas aplicadas a inquéritos.

EDUARDO CUCOLO, Agencia Estado

19 de agosto de 2013 | 12h05

Fazem parte do grupo os servidores Lucas Alves Freire (presidente), José Vianna de Assis Junior (relator), Cibele Lie Sassaki (relatora), Mirian Silva Carvalho (assistente) e Raphael Mendes Avelar (assistente). No dia 2 de agosto, o BC decretou a liquidação de cinco empresas do grupo (Banco Rural S.A.; Banco Rural de Investimentos; Banco Rural Mais; Banco Simples; e Rural DTVM), "em decorrência do comprometimento da sua situação econômico-financeira e da falta de um plano viável para a recuperação da situação do banco".

Tudo o que sabemos sobre:
BCGrupo Ruralinquérito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.