BC: País tem saída de US$ 978 mi no mês até dia 18

O fluxo cambial em setembro até o dia 18 ficou negativo em US$ 978 milhões. Em igual período de 2008, o resultado havia sido positivo em US$ 3,755 bilhões. Segundo dados do Banco Central (BC), a saída de dólares no acumulado do mês foi liderada pelo segmento comercial, que teve déficit de US$ 1,982 bilhão no intervalo, com exportações de US$ 5,702 bilhões e importações de US$ 7,684 bilhões. Essa saída de recursos foi parcialmente compensada pelo resultado do segmento financeiro, que ficou positivo em US$ 1,003 bilhão no acumulado do mês, com entradas de US$ 16,693 bilhões e saídas de US$ 15,689 bilhões.

FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

23 de setembro de 2009 | 13h05

No acumulado do ano até 18 de setembro, o fluxo cambial registrou ingresso líquido de US$ 5,914 bilhões, sendo que a conta comercial registrou superávit de US$ 9,352 bilhões e a financeira, déficit de US$ 3,437 bilhões. Em igual período do ano passado, o fluxo cambial acumulava ingresso de US$ 18,140 bilhões.

O fluxo cambial da terceira semana de setembro reverteu a trajetória observada até o dia 11 do mês. Segundo o BC, o País recebeu US$ 789 milhões entre os dias 14 e 18, em movimento contrário à fuga de US$ 1,768 bilhão acumulada nas duas semanas anteriores. A entrada de dólares na semana passada ocorreu na conta financeira, que teve saldo positivo de US$ 1,280 bilhão, resultado de entradas de US$ 7,302 bilhões e saídas de US$ 6,022 bilhões. Nas duas primeiras semanas do mês, a conta financeira estava negativa em US$ 277 milhões.

Na conta comercial, a terceira semana do mês teve déficit de US$ 491 milhões, com exportações de US$ 2,051 bilhões e importações de US$ 2,542 bilhões. Esse resultado agravou a tendência observada nas duas semanas anteriores, quando houve saída de US$ 1,491 bilhão na conta comercial. Na terceira semana do mês, o maior fluxo cambial foi registrado no dia 17, quando o Brasil recebeu US$ 1,109 bilhão, sendo que US$ 1,031 bilhão foi registrado na conta financeira.

Compra de dólares

O impacto das compras diárias de dólares realizadas pelo Banco Central no mercado cambial à vista somou US$ 2,274 bilhões em setembro até o dia 18. Segundo dados divulgados hoje pelo BC, as reservas aumentaram US$ 1,638 bilhão apenas na terceira semana de setembro, entre os dias 14 e 18. Desde que o BC retomou as compras diárias, em 8 de maio passado, já foram retirados US$ 13,056 bilhões do mercado.

Tudo o que sabemos sobre:
câmbioBCfluxo cambial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.