BC permite operações de swap de títulos federais

Preocupado com a demanda por novos papéis cambiais, o Banco Central divulgou hoje um comunicado que permite que as operações de swap possam ser referenciadas em títulos públicos federais. Segundo o diretor de Política Monetária do BC, Luiz Fernando Figueiredo, a medida vai evitar as oscilações que estavam ocorrendo na diferença entre os títulos cambiais e as operações de swap que estavam sendo feitas pelos fundos DI.Os fundos compravam títulos cambiais "swapados" com papéis corrigidos pelo CDI. A demanda por essa operação foi maior no período em que o BC ofertou quantidade pesada de papéis cambiais ao mercado para conter a alta do dólar. Mas com a apreciação do real, os fundos registraram perdas e houve preocupação do BC de que essas perdas não estariam sendo registradas contabilmente. Isso porque o BC exige, como regra para marcar a operação, os preços de mercado e não os preços de aquisição.De acordo com Figueiredo, as oscilações na diferença entre o swap e a taxa de câmbio provocou o risco de que os fundos pudessem reduzir a demanda por títulos cambiais. Com o comunicado de hoje, em que o BC admite que essas operações de swap sejam referenciadas por títulos públicos federais, Figueiredo disse acreditar que esse problema estará equacionado.Ele reconheceu que, no leilão de papéis cambiais de quinta-feira passada, o BC detectou a redução do apetite por títulos cambiais devido a essa questão. Nesta semana, o mercado ficou bastante instável com a divulgação da notícia de que o BC estava fazendo uma investigação em 50 fundos que não estariam registrando corretamente as operações com títulos cambiais em suas carteiras.Leia a seguir a íntegra do comunicado número 9253:"Comunico que, considerando os objetivos que nortearam a edição da resolução 2.873 de 26 de julho de 2001, particularmente de atender com maior eficiência as demandas dos agentes econômicos frente ao aperfeiçoamento dos instrumentos financeiros disponíveis no mercado, é admitida a realização, no mercado de balcão, por conta própria ou de terceiros, de operações de swap a termo e com opções não padronizadas, referenciadas em títulos públicos federais."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.