Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

BC projeta saldo zero para conta corrente em agosto

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central (Depec), Altamir Lopes, informou hoje pouco que a projeção para o resultado da conta de transações correntes em agosto é de saldo zero. Altamir explicou que o déficit de US$ 717 milhões verificado nessa conta em julho, pior que as expectativas, foi conseqüência, principalmente, de um saldo comercial mais baixo.Esse movimento, segundo ele, foi determinado basicamente por causa do crescimento das importações, que avançaram 35% na comparação com julho de 2006. Ele destacou o comportamento das importações de combustíveis, matérias-primas e bens de capital. Outros fatores que influenciaram o déficit em conta-corrente em julho foram o pagamento de juros de bônus da República, da ordem de US$ 979 milhões e as remessas de lucros e dividendos que subiram de US$ 1,7 bilhão para US$ 2,1 bilhões de junho para julho.O chefe do Depec destacou que os setores de intermediação financeira, automóveis e comércio, por terem recebido maior fluxo de investimento estrangeiro e por terem rentabilidade mais alta, foram destaques nas remessas de lucros. Apesar de ter sido o primeiro déficit em conta-corrente este ano, Altamir não acredita que tenha se iniciado uma seqüência de saldos negativos neste ano. Ele acredita que, por causa do nível de atividade mais alto, possa haver superávits menores, mas não uma seqüência de déficits.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.