carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

BC reitera que observará efeitos das medidas macroprudenciais

Instituição diz que ‘há certa equivalência entre ações macroprudenciais e ações convencionais de política monetária’

Fabio Graner e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

16 de dezembro de 2010 | 08h43

A ata da reunião de dezembro do Comitê de Política Monetária (Copom) reforça o entendimento de que é necessário aguardar os efeitos das medidas macroprudenciais adotadas recentemente. O documento divulgado nesta quinta-feira, 16, pelo Banco Central afirma que, para o Copom, "a depender das circunstâncias, ações macroprudenciais podem preceder ações convencionais de política monetária".

No parágrafo 27, o documento afirma que "há certa equivalência entre ações macroprudenciais e ações convencionais de política monetária". Esse vínculo, segundo BC, tende a crescer no Brasil com o crescimento do mercado de crédito observado nos últimos anos. "Entretanto, não há respaldo para que esses dois conjuntos de instrumentos sejam vistos como substitutos perfeitos, pois divergem, entre outros aspectos, no alcance e nos mecanismos de transmissão."

Nesse trecho do documento, os diretores do BC explicam que as ações macroprudenciais recentes fazem parte de um conjunto mais abrangente de medidas que inclui, entre outros objetivos, a reversão dos estímulos adotados para o enfrentamento da crise de 2008 e de 2009. "Junto a outras, constituem sequência de iniciativas que visa adequar as condições financeiras domésticas ao ambiente pós-crise, caracterizado por intenso contraste entre os cenários prospectivos para os principais blocos econômicos", cita o texto.

Expansão do crédito em ritmo moderado

Os cenários usados pelo Banco Central para projetar a inflação nos próximos meses passa a levar em conta certa acomodação do mercado de crédito. De acordo com a ata da reunião de dezembro divulgada há pouco, "o cenário base também incorpora moderação no ritmo de expansão do crédito". "Desde a última reunião, houve substancial aumento na probabilidade de concretização dessa hipótese de trabalho, haja vista a introdução de iniciativas macroprudenciais", cita o parágrafo 26 da ata.

Nesse trecho do documento, os diretores do BC observam, porém, que os aumentos de juro adotados em meados deste ano - até julho - "ainda não foram integralmente transmitidos à dinâmica dos preços". Ou seja, a economia ainda sente o aumento de juro adotado há um semestre.

Tudo o que sabemos sobre:
copomatamedidas macroprudenciais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.